Escolhidas a dedo para você ouvir!

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Volta às aulas, o que fazer no primeiro dia?

Oi gente. Estava por aí visitando uma comunidade sobre educação e dei de cara com essa pergunta,feita por professores do Fundamental II. Comecei a ler as sugestões. Umas, bem bacanas; outras, respondidas de um jeito que me fez questionar aquela velha história da falácia: muito se fala, pouco se faz. O discurso de professor como detentor do saber sempre me incomodou muito, além daquelas histórias das "ameaças" dos pontos que serão tirados e mais,mais,mais. Coloquei uma resposta respondendo ao tópico e estou partilhando com vocês.

Gostaria de sugerir
Olá pessoal. Bem, não sou do mesmo segmento de vocês, mas ainda assim quero deixar minhas contribuições de partilha.

Antes de sermos professores, temos que lembrar que fomos ( e ainda somos) alunos, não é mesmo? Vamos nos remeter ao tempo em que alguns dos nossos professores chegavam à sala e falavam, falavam e na verdade não nos diziam NADA. Será que queremos repetir isso: a ideia de chegar numa sala de aula ditanto regras, dizendo datas de avaliação e se colocando como detentor do saber? Acredito que não. Então, penso que o mais viável é sim uma boa conversa. Não com o alunos somente como ouvintes. Eles têm muito a nos dizer.
A ideia de dinâmicas e construção de regras onde eles mesmos as estabeleçam, é fundamental. Não dá para falar de democracia quando já se chega com regras estabelecidas. O que for feito por eles, deverá estar exposto na sala como um contrato que foi fundamentado entre vocês, que outros professores poderão usar também. Proponham que eles mesmos estabeleçam os direitos que serão perdidos em caso do não cumprimento das regras. E façam valer o que ficou estabelecido sempre.
Quanto as dinâmicas , como vocês são muitos numa mesma semana, seria necessário organizar isso aí, para as coisas não ficarem repetidas. Imagina só se na mesma semana todos os professores resolverem fazer só dinâmicas?! Eles vão se desinteressar.
Já postaram várias coisas bacanas aqui: a música, um texto interessante, as dinâmicas, poesias. Outra ideia boa seria a de trabalhar com o teatro. Gente, essas crianças adoram (ainda que muitas tentem fazer parecer o contrário) trabalhar com expressões corporais. Pode-se pedir que as crianças se apresentem com expressões corporais, deixando que as outras tentem adivinhar o nome; que cantem o seu nome num ritmo que goste, pode-se levar uma matéria de jornal interessante para promover um debate e a interação entre todos...
Desejo um ótimo retorno a todos!

2 comentários:

  1. Muito bom!
    Adorei as dicas!

    ResponderExcluir
  2. ótimo muito criativo e legal! Adorei! Beijinhos!

    ResponderExcluir