Escolhidas a dedo para você ouvir!

domingo, 21 de fevereiro de 2010

EU NÃO SOU VOCÊ, VOCÊ NÃO É EU - MADALENA FREIRE




Agradecendo a minha orientadora Hilda Santos pela partilha do maravilhoso texto EU NÃO SOU VOCÊ, VOCÊ NÃO É EU, de Madalena Freire, deixo para vocês as muitas reflexões que essa leitura proporciona.


EU NÃO SOU VOCÊ, VOCÊ NÃO É EU

Eu não sou você
Você não é eu
Mas sei muito bem de mim
Vivendo com você.
E você, sabe muito de você vivendo comigo?
Eu não sou você
Você não é eu.
Mas encontrei comigo e me vi
Enquanto olhava pra você
Na sua, minha insegurança
Na sua, minha desconfiança
Na sua, minha competição
Na sua, minha birra infantil
Na sua, minha omissão
Na sua, minha firmeza
Na sua, minha impaciência
Na sua, minha prepotência
Na sua, minha fragilidade doce
Na sua, minha mudez aterrorizada
E você se encontrou e se viu, enquanto olhava pra mim?
Eu não sou você
Você não é eu.
Mas foi vivendo minha solidão
Que conversei com você
E você, conversou comigo na sua solidão?
Ou fugiu dela, de mim e de você?
Eu não sou você
Você não é eu
Mas sou mais eu, quando consigo lhe ver.
Porque você me reflete
No que eu ainda sou
No que já sou e
No que quero vir a ser…
Eu não sou você
Você não é eu
Mas somos um grupo, enquanto somos capazes
de, diferenciadamente,
eu ser eu, vivendo com você e
você ser você, vivendo comigo.
( Madalena Freire)

3 comentários:

  1. Olá, faz tempo que estava atrás dessa poesia, obrigada por postar aqui.
    ótima semana, beijinhos a vc

    ResponderExcluir
  2. Musica e poesia! ótima combinação...

    ResponderExcluir